icon facebook top  icon twitter top icon linkdin top   icon instagram top icon youtube 2020 responsabilidade cicle 

    Kroton, paixão por educar – um breve estudo de caso

     

    Parcerias Estratégicas – Kroton, Iuni, Unopar e Anhanguera

    Quando se leva em conta a origem das instituições educacionais integradas na Kroton – Iuni, Unopar e Anhanguera – ficam evidentes as singularidades, similares e complementaridades; nenhum planejamento estratégico, por mais inspirado e profético, poderia imaginar fusão mais inusitada.

    Três jovens professores – Júlio Cabizuca, Walfrido dos Mares Guia e Evando Neiva – fundaram o Pitágoras (origem mais remota da Kroton), em 1966, em Belo Horizonte/MG; por ese motivo, a presença mais expressiva do Pitágoras está em Minas Gerais.

    O casal de professores Marco Antônio Laffranchi e Elizabeth Laffranchi fundou a Unopar, em 1972, em Londrina; assim, a partir do Paraná, deu-se a evolução da Unopar.

    O casal de professores Altamiro Galindo e Célia Galindo fundou, em 1988, a Unic (da qual se originou o Iuni), em Cuiabá/MT; daí a atuação mais forte do Iuni encontrar-se na região Centro-oeste.

    O casal de professores Antônio Carbonari e Maria Elisa Carbonari fundou a Anhanguera, em 1990, em Leme/SP; por isso a forte presença da Anhanguera em São Paulo.

    Personalidades diferentes, locais distantes e instituições com perfis distintos convergiram em função de valores organizacionais, de crenças pessoais e do compartilhamento de desafios.

    Ao serem colocadas as centenas de unidades e polos educacionais no mapa do Brasil, a complementaridade salta aos olhos. Ninguém poderia profetizar tal integração.

    Atualmente, os fundadores das quatro parceiras integram o Conselho de Administração da Kroton, presidido pelo professor Gabriel Mario Rodrigues, Fundador da Universidade Anhembi Morumbi/Laureate International Universities e atual presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES).

    A harmonia na relação entre os Conselheiros e os Diretores Executivos é o comportamento organizacional mais valorizado e preservado.

    Conselho de Administração e Diretoria Executiva

    Outra complementaridade preciosa decorre das características distintas dos dois grupos que atuam na governança da Kroton.

    Do lado do Conselho de Administração, temos fundadores das instituições parceiras. A média de idade dessas instituições é de 35 anos. O perfil desse grupo é a expressão da vivência e da sabedoria.

    Do lado da Diretoria Executiva, o CEO Rodrigo Galindo conta com um jovem e talentoso time de executivos, oriundos das quatro parceiras. A média de idade desse time fica entre 30 e 40 anos. O perfil desse segundo grupo é a vitalidade, a inovação e a ousadia.

    Essa diferença de uma geração entre os dois times é singularidade notável da Kroton. Quem poderia antever esse fato marcante?

    Mantida essa proporcionalidade, para uma instituição que queremos perene, poderíamos profetizar que estão nascendo agora os executivos da Kroton do amanhã quando os atuais executivos estiverem compondo o futuro Conselho de Administração.

    O resultado é uma organização que joga forte com a inovação, preservando os valores que transcendem as diferentes gerações de educadores.

    Os dois times de governança compartilham um propósito: na Kroton há uma busca obstinada pela qualidade e alta escalabilidade – duas metas de elevada sinergia.

     

    A alta efetividade da governança da Kroton decorre da atuação sistemática dos Comitês – finanças e recursos humanos, assuntos acadêmicos e institucionais, auditoria e o recém-criado Comitê de Responsabilidade Social.

    As reuniões do Conselho ocorrem trimestralmente, enquanto os encontros dos Comitês realizam-se com maior frequência, cuja dinâmica cria condições para uma ágil tomada de decisões e torna a pauta das reuniões do Conselho altamente relevantes e consistentes.

    A governança da Kroton propicia a busca incessante de resultados superlativos nas dimensões acadêmica, financeira e social, além de incentivar o encontro de soluções inovadoras nessas áreas.

    A gestão da Kroton é também monitorada por um Conselho Fiscal independente.

     

     

    Comitê de Responsabilidade Social

    As quatro instituições fundadoras da Kroton já desenvolvem ações sociais, há décadas, também com singularidades, similaridades e complementaridades.

    A Fundação Pitágoras, criada em 1999, implantou uma tecnologia de gestão educacional – o Sistema de Gestão Integrado (SGI) – customizado para redes públicas de ensino. Trata-se de tecnologia social de alta escalabilidade, efetividade e de baixo custo.

    A Unopar, ao lado de inúmeras ações sociais, desenvolveu um trabalho de formação de equipes femininas de Ginástica Artística, de classe mundial.

    O Iuni/Unic, também com amplo espectro de contribuições sociais, enfatiza a operação do Hospital Geral Universitário, em Cuiabá. Mais de 700.000 atendimentos de saúde, por ano, são propiciados à população mais necessitada do Mato Grosso. Os serviços são de qualidade superlativa.

    A Anhanguera, com incontáveis ações sociais, desenvolveu uma competência singular, criando um sistema de incentivo, gerenciamento e registro de trabalhos comunitários realizados por time de alunos e professores. Todas as áreas acadêmicas se envolvem nessa motivadora participação.

    A iniciativa de todas essas instituições soma mais de 2 milhões de atendimentos/ano, reforçando o nosso compromisso com as comunidades das localidades onde atuamos.

    Esses quatro eixos de contribuição fundamentam e justificam a criação do Comitê de Responsabilidade Social da Kroton, aprovado em Reunião do Conselho de Administração, em 13 de agosto de 2014, constituído pelos seguintes membros:

    • Elizabeth Laffranchi;
    • Maria Elisa Carbonari;
    • Altamiro Galindo;
    • Evando Neiva;
    • Secretaria Executiva: Fundação Pitágoras.

    Além desses membros titulares, o Comitê conta com a contribuição permanente de Newton Maia – executivo da Advent, parceira estratégica da Kroton, de 2009.

    O Comitê de Responsabilidade Social da Kroton tem como Premissas:

     

    • Estimular o protagonismo social dos alunos e colaboradores;
    • Escolher ações estratégicas que tenham escalabilidade, alta eficácia e baixo custo;
    • Estabelecer metas desafiadoras, medi-las sistematicamente e divulgar adequadamente os resultados.

    O Comitê estabeleceu como Linhas Estratégicas, a partir de 2014:

     

    • Contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica na escola pública;
    • Desenvolver projetos de extensão universitária, em todas as áreas acadêmicas – com alunos e colaboradores como protagonistas;
    • Oferecer programa educacional nos presídios, contribuindo para a melhoria dos indicadores de recuperabilidade;
    • Oferecer programas educacionais para comunidades indígenas.

     

     

    Missão, Visão e Valores

    A Missão, a Visão e os Valores, considerados elementos estratégicos, foram explicitados a partir de consultoria externa competente, de discussão ampla com os profissionais e de aprovação final no Conselho de Administração. O conteúdo de cada um deles é a expressão de um comprometimento consensado e compartilhado em todos os níveis organizacionais. Assim, a Kroton tem uma direção estratégica explícita, que incentiva atuação inovadora com amplitude de desafios.

     

    A Kroton tem como Missão:

     

    Melhorar a vida das pessoas por meio da educação responsável e de qualidade, formando cidadãos e preparando profissionais para o mercado, contribuindo para o desenvolvimento de seus projetos de vida,

    A Kroton tem como Visão:

     

    Ser referência, atuando de forma inovadora e sustentável, e a melhor escolha para estudar, trabalhar e investir, líder nos mercados em que atua.

     

    Os Valores que compõem o projeto institucional da Kroton são os seguintes:

    • Paixão por educar – Educar movidos pela paixão por formar e desenvolver pessoas;
    • Respeito às pessoas – Promover o respeito à diversidade e aos compromissos assumidos, cultivando relacionamentos;
    • Honestidade e Responsabilidade – Agir com integridade, transparência e assumindo os impactos de nossas ações;
    • Fazer acontecer – Transformar ideias e desafios em realizações;
    • Foco em geração de valor sustentável –Trabalhar para gerar impactos positivos e sustentáveis para a sociedade;
    • Trabalhar e aprender juntos – Unir esforços para o mesmo propósito.

     

    Kroton – Paixão por Educar

     

    Muito além de uma frase bem construída, paixão por educar representa uma postura, um valor reconhecido, consensado e preservado pelos que integram a Kroton.

    A trajetória dos fundadores das quatro instituições parceiras, aliada à convicção dos jovens líderes da Kroton, evidencia a coerência desse lema.

    Ao receber o Prêmio Empresa do Ano 2014, do Valor Econômico, em 25 de agosto, assim se expressou o CEO da Kroton, Rodrigo Galindo:

    Venho de uma família de educadores e trabalho em educação desde os 13 anos; com meu pai, aprendi que a educação poderia ser, ao mesmo tempo, um negócio e uma paixão; com minha mãe, aprendi que a educação deveria ser uma paixão, antes de ser um negócio.

    Evando Neiva

    [1]Coordenador do Comitê de Responsabilidade Social da Kroton. Presidente da Fundação Pitágoras e Presidente do Movimento “Conspiração Mineira pela Educação”. Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

    selo 35anos com logo negativa gradiente 

    SHN Qd. 01, Bl. "F", Entrada "A", Conj. "A" 
    Edifício Vision Work & Live, 9º andar - Asa Norte - Brasília/DF - CEP: 70.701-060
    Fone: (61) 98225-1361
    E-mail: responsabilidadesocial@abmes.org.br