Imprimir

XII CONCURSO SILVIO TENDLER DE VÍDEOS
SOBRE RESPONSABILIDADE SOCIAL DAS IES – 2019


REGULAMENTO

 

CAPÍTULO I

Dos Objetivos

Art. 1º O XIII Concurso Silvio Tendler de Vídeos sobre Responsabilidade Social das IES tem como objetivos promover e incentivar a criação de vídeos relativos às ações de responsabilidade social das instituições de educação superior (IES) e ao desenvolvimento da 15ª Campanha da Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular (2019).

 

CAPÍTULO II

Das Categorias

Art. 2º O concurso abrange 4 (quatro) categorias, assim definidas:

I – Documentário: Apresentação de determinado acontecimento ou fato, mostrando a realidade de maneira mais aprofundada e por sua extensão interpretativa. Os vídeos para essa categoria devem transmitir conhecimento concreto e podem abordar os projetos de responsabilidade social desenvolvidos pela IES; os efeitos das ações na comunidade interna e externa; o desdobramento das Campanhas anteriores ou outras abordagens que explorem, em formato de documentário, como a IES trabalha o tema responsabilidade social e/ou as atividades da Semana da Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular 2019, com foco nos resultados. É importante que o material esteja contextualizado, observando-se os critérios de avaliação estabelecidos por este regulamento.

II – Cobertura jornalística: Registro direto dos fatos com a utilização de elementos básicos de uma reportagem, como offs (texto narrado), sonoras (entrevistas), passagem do repórter e créditos. Os vídeos devem ser feitos pelos próprios alunos da IES (não serão consideradas matérias produzidas por veículos jornalísticos) e podem apresentar – por meio de palavras, imagens e sons – os números, estatísticas e dados do evento; informações sobre os projetos; depoimentos (de membros da instituição e/ou da comunidade) e outros elementos das atividades realizadas durante a Semana da Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular 2019 ou sobre assuntos relacionados à campanha e às ações socialmente responsáveis da instituição.

III – Vídeo institucional: Produção de material que explicite as ideias básicas do projeto da instituição, valorize o trabalho que desenvolve e demonstre a concepção e prática da responsabilidade social. O vídeo deve demonstrar como a IES trabalha no dia a dia o conceito de instituição socialmente responsável. Os critérios de avaliação da categoria darão prioridade à proposta do vídeo, conteúdo e mensagem, além da abordagem dos projetos apresentados, tendo em vista que o objetivo final é valorizar o trabalho da instituição e não a produção de profissionais externos (como produtoras de vídeo).

IV – Videoclipe: Material audiovisual no qual música, letra e imagem interagem para provocar a produção de sentido. A categoria confere aos autores maior liberdade de formato e criação, sendo fundamental a utilização de áudio de boa qualidade e imagens que transmitam a mensagem da Campanha da Responsabilidade Social, além de um olhar diferenciado sobre o tema. Sugerimos a utilização de uma trilha musical única ou uma composição harmônica, ou seja, não utilizar dois temas distintos para um mesmo videoclipe. A seleção musical deve ser identificada no ato da inscrição, inclusive no caso de músicas autorais que precisam trazer essa informação explícita na descrição do vídeo, bem como o nome do(s) autor(es). Não serão considerados como videoclipe slides de fotos agregados a um fundo musical.

Art. 3º O tempo mínimo de duração dos vídeos fica a critério da equipe de produção, devendo estar adequado ao foco da mensagem a ser transmitida. Os vídeos não podem ultrapassar, porém, o tempo de 05 (cinco) minutos para as categorias Documentário e Videoclipe; 03 (três) minutos para a categoria Vídeo Institucional e 02 (dois) minutos para a categoria Cobertura Jornalística.

Parágrafo único – O não cumprimento do limite de tempo estabelecido implicará perda de pontos, podendo acarretar até mesmo a desclassificação do vídeo a critério da Comissão Julgadora em casos que extrapolem muito o tempo máximo definido. 

Art.  É fundamental que sejam observadas as definições de categoria para inscrição dos vídeos. Os materiais serão avaliados utilizando os critérios da categoria em que estão concorrendo

 

CAPÍTULO III

Das Inscrições

Art. 5º As inscrições são gratuitas.

Art. 6º As inscrições se restringem aos membros da comunidade acadêmica das instituições de educação que fizerem adesão à 15ª Campanha da Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular (2019).

Art. 7º As inscrições serão aceitas no período de 30 de setembro de 2019 a 17 de janeiro de 2020, por meio do Sistema Sisdia – sisdia.abmes.org.br.

Parágrafo único – Não serão aceitas inscrições incompletas ou fora do prazo. Após o encerramento do período de inscrições, não será possível realizar alterações no formulário ou mudança do vídeo enviado.

Art. 8º Cada instituição poderá inscrever apenas um vídeo por categoria. Em caso de IES que possuem campi distintos, cada unidade poderá inscrever seus respectivos vídeos, desde que a informação (unidade/campus) seja especificada no ato da inscrição. Ocorrendo mais de uma inscrição de uma mesma unidade na mesma categoria, será considerado para fins de julgamento apenas o primeiro registro.

Art. 9º Serão aceitas as produções audiovisuais captadas por todo tipo de tecnologia, desde que preservada a qualidade do produto final, apresentado nos formatos compatíveis com o YouTube – Resoluções recomendadas: 1080p ou 720p.

Art. 10 Os vídeos devem conter, obrigatoriamente, título, breve descrição e os créditos com os nomes e as funções realizadas por cada componente da equipe de filmagem e produção do projeto.

Art. 11 Os vídeos deverão ser adicionados em uma conta do YouTube, sem restrição de acesso. O endereço (URL) deverá ser informado na ficha de inscrição.

Parágrafo único – Os vídeos deverão permanecer no link informado até a divulgação do resultado do concurso. Caso o vídeo fique indisponível antes do prazo final, será desclassificado.

 

CAPÍTULO IV

Dos direitos autorais e de uso de imagem 

Art. 12 A inscrição de cada vídeo está condicionada à concordância com a cessão de direitos autorais e demais responsabilidades de autorização, a qual entra em vigor no ato da inscrição do participante.

Art. 13 Se constatada pela Comissão Julgadora qualquer tentativa de fraude, adulteração ou plágio, o material estará automaticamente desclassificado.

 

CAPÍTULO V

Da Comissão Julgadora

Art. 14 A escolha das propostas vencedoras será feita por uma Comissão Julgadora, especialmente composta e designada para tal finalidade.

Parágrafo único – A Comissão Julgadora poderá excluir desta edição da premiação uma determinada categoria no caso de todas as propostas concorrentes não atenderem aos critérios estabelecidos neste edital. 

Art. 15 A Comissão Julgadora será composta por pelo menos 03 (três) membros convidados e coordenados pela ABMES.

Art. 16 As decisões da Comissão Julgadora serão soberanas e não serão suscetíveis de recursos ou impugnações. 

Art. 17 Não poderão fazer parte da Comissão Julgadora pessoas que trabalhem nas IES participantes do concurso.

 

CAPÍTULO VI

Dos critérios para avaliação

Art. 18 Serão consideradas para efeito de avaliação a qualidade e a criatividade relativas ao conteúdo, à narrativa, à linguagem e à estética dos vídeos. O que se busca é inovação e ousadia referentes ao tema responsabilidade social. 

Art. 19 É imprescindível que os vídeos abordem a cobertura da Campanha da Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular 2019 durante a realização do evento pela IES ou o tema responsabilidade social como um todo. Mesmo nas categorias videoclipe e vídeo institucional, a essência do material deve estar dentro do contexto mencionado.

Art. 20 Os critérios de avaliação utilizados serão os seguintes:

 

CAPÍTULO VII

Da divulgação dos vencedores e premiação

Art. 21 Os vencedores serão anunciados nos canais de comunicação da ABMES e da Campanha da Responsabilidade Social (www.responsabilidadesocial.abmes.org.br), bem como por comunicado direto aos responsáveis pelas inscrições, em até três meses após o término das inscrições.

Parágrafo único – É de inteira responsabilidade das IES manter atualizados os dados cadastrais para contato.

Art. 22 O concurso terá 04 (quatro) premiados que serão indicados pela Comissão Julgadora, observadas as disposições do artigo 14, parágrafo único, deste regulamento.

Art. 23 O vencedor de cada categoria receberá um prêmio no valor bruto de R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais).

Parágrafo único – A critério da Comissão Julgadora, poderão ser conferidas menções honrosas, cabendo ao homenageado um prêmio no valor de R$ 1.000,00 (hum mil reais).. 

Art. 24 O valor em dinheiro será depositado em conta corrente cujos dados bancários serão informados pelo responsável pela inscrição.

Art. 25 A instituição cujo vídeo do participante tenha sido vencedor receberá placa e diploma alusivos ao concurso. 

Art. 26 Os prêmios serão entregues em cerimônia a ser realizada em data e local informados oportunamente.

 

CAPÍTULO VIII

Das considerações finais

Art. 27 Os casos omissos serão decididos pela Comissão Julgadora, depois de ouvido o diretor presidente da ABMES.

 

Brasília, maio de 2019.

Celso Niskier
Diretor presidente da ABMES